Sequenciando

Ideias

rosto com traços característicos da Síndrome de Noonan
Início » Doenças e Exames » Síndrome de Noonan

Síndrome de Noonan

por | 23 May, 2022 | Doenças e Exames

A Síndrome de Noonan é uma doença genética, geralmente congênita, com sinais e sintomas diversos dentre os pacientes, podendo causar malformações, problemas cardíacos e deficiência intelectual

Estima-se que a Síndrome de Noonan afete 1 a cada 1000-2500 pessoas, com maior prevalência entre pessoas do sexo masculino.

Essa síndrome faz parte do grupo de RASopatias, que são condições causadas por mutações em genes que atuam na via metabólica RAS/MAPK, afetando o crescimento e desenvolvimento do paciente.

 

Quem foi Noonan?

Dra. Jacqueline Noonan foi a cardiologista pediátrica que caracterizou a Síndrome de Noonan em um artigo científico publicado em 1968. A partir dos seus estudos de caso, ela determinou que a síndrome afeta ambos os sexos, é hereditária, causa problemas cardíacos e está associada a um cariótipo normal.

A síndrome recebe seu nome em reconhecimento do seu trabalho.

 

 

Síndrome de Noonan: sintomas e sinais

Os sinais e sintomas da Síndrome de Noonan são muitos e podem variar bastante dentre os pacientes.

Dentre os mais comuns, apresentados por pelo menos 80% das pessoas afetadas, estão olhos afastados, projetados para frente e pálpebras caídas, dificuldade na fala (disartria), baixa estatura, malformações ósseas e musculares, hiperflexibilidade das articulações e fraqueza muscular, têmporas alargadas e queixo fino (face triangular), pescoço curto e alargado ou alado, e atraso puberal.

Menos frequentemente os pacientes também podem apresentar problemas cardíacos, como arritmias e Estenose Pulmonar Valvar (EPV), hematológicos, como sangramentos anormais e dificuldade de coagulação, e deficiência intelectual.

Em casos mais raros a síndrome pode afetar o funcionamento do pâncreas e do fígado.

ilustração de um rosto e um corpoindicando os principais sinais da Síndrome de Noonan

 

Qual a diferença entre as Síndromes de Noonan e Turner?

As síndromes de Noonan e Turner apresentam alguns sinais e sintomas semelhantes, que podem acarretar em um diagnóstico clínico equivocado, como a baixa estatura e o pescoço curto e alargado. Por isso, a Síndrome de Noonan também é conhecida como “Síndrome de Turner Masculina” ou “Pseudo-Síndrome de Turner Feminina”.

Porém existem diferenças importantes entre as duas síndromes, principalmente na causa genética:

  • A Síndrome de Turner é causada por uma alteração cromossômica em que um dos cromossomos X está ausente. Essa síndrome só afeta pessoas do sexo feminino.
  • A Síndrome de Noonan é causada por alterações em genes específicos, apresentando cariótipo (arranjo cromossômico) normal. A síndrome afeta ambos os sexos.

 

 

Quais fatores causam a Síndrome de Noonan?

A Síndrome de Noonan é causada por alterações (mutações) em pelo menos 12 genes diferentes, sendo que 5 deles são responsáveis por cerca de 80% dos casos. A maioria dessas mutações é herdada de forma autossômica dominante.Tabela indicando os principais genes associados ao desenvolvimento da Síndrome de Noonan e a proporção de casos associada a cada gene

Em alguns casos a síndrome é causada por alterações nos genes NRAS, BRAF, RRAS, RASA2, A2ML1, SOS2, também com padrão de herança autossômico dominante, já o gene LZTR1 pode apresentar padrão autossômico dominante e recessivo. No entanto, a prevalência das mutações nesses genes não é conhecida.

Esses 12 genes codificam proteínas que atuam na via de sinalização celular RAS/MAPK, que regula a divisão e crescimento celular, processos importantes para a diferenciação das células que compõem os diferentes tecidos do corpo.

As mutações associadas à Síndrome de Noonan podem fazer com que as proteínas da via fiquem ativas por mais tempo, alterando a sinalização da via RAS/MAPK e a regulação do crescimento e divisão celular, resultando nos sinais e sintomas característicos da Síndrome de Noonan.

 

Padrão de herança autossômico dominante

Doenças que apresentam esse padrão de herança são causadas por uma única cópia da mutação, que pode ser herdada da mãe ou do pai. Cerca de 32% das doenças genéticas são herdadas dessa forma.

Heredograma representando o padrão de herança autossômico dominante

Entenda mais sobre os padrões de herança de doenças genéticas nesse artigo.

 

 

Síndrome de Noonan: tratamento

Devido à grande variação de sintomas dentre as pessoas com Síndrome de Noonan, o tratamento deve ser personalizado, com foco nos sintomas apresentados por cada paciente, podendo envolver muitas especialidades médicas diferentes.

O acompanhamento médico deve se iniciar o mais cedo possível para minimizar os atrasos no desenvolvimento e crescimento. Em alguns casos é indicado realizar terapia com hormônio de crescimento.

Pacientes que apresentam complicações cardiovasculares e hematológicas devem fazer acompanhamento com cardiologista e hematologista, respectivamente.

O aconselhamento genético para o paciente e sua família é altamente recomendado.

 

Síndrome de Noonan: diagnóstico

Quando há suspeita de Síndrome de Noonan, a forma mais precisa de confirmar o diagnóstico é pela testagem genética.

Exames de diagnóstico genético para a Síndrome de Noonan analisam o DNA do paciente em busca de mutações nos genes que podem causar a doença. O Painel de Síndrome de Noonan e Rasopatias, oferecido pela Mendelics, investiga 21 genes associados à rasopatias, como a Síndrome de Noonan, incluindo os 12 genes citados neste artigo.

Todo exame genético de diagnóstico deve ser feito a partir de um pedido médico.

Converse com o seu médico e, se precisar de um exame genético, entre em contato conosco.


Referências

0 comentários

Deixe seu comentário